Translate

sábado, março 17, 2007




Em memòria do

João Pedro

17 comentários:

Manuel NUNES DIAS disse...

Quero dar por este meio que é internet os meus pêsames a sua familia... e um abraço eterno ao Joao Pedro

Cristina Rodrigues Lourenço disse...

Nestas horas dificeis da vida as palavras perdem o significado. Não encontramos nenhuma que consiga exprimir o nosso pesar. Por isso fica simplesmente a minha amizade e solidariedade com a dor da familia. não importa se nos conhecemos ou não. temos em comum o facto de pertencermos a uma grande familia que se chama Janeiro de Cima.
o meu bem haja! Força Coragem e Fé em Deus!

Cristina Rodrigues Lourenço

Anónimo disse...

um rapaz sempre com um grande sorriso e sempre brincalhao =).
Gostei imenso de te conhecer, onde quer que estejes continua a sorrir.
beijinhos para a célia, no que presisares podes contar conosco!

Susana Guerreiro

alcinia fernandes disse...

para mim sempre foste e sempre serás mais que um primo e sabes bem disso, tu és o meu manito mais velho.
estou a sofrer muito com a tua ausência, nunca mais te vou ver, nunca mais te vou abraçar, mas sei que vais estar sempre comigo.a minha vida não será a mesma, pois falta lhe uma peça muito importante...TU!
Até sempre João Pedro...
a tua prima/irmã Alcínia Fernandes.

Anónimo disse...

estejas onde etriveres sei que estas a ver o que todas as pessoas que ca deixaxte estao a sentir...uma grande magoa e tristeza por teres partido assim....
por vezes a vida é injusta pois como é k a vida pode ser justa ao levar uma pessoa tao simpatica e sempre tao alegre como TU...
mas temos que pensar que estejas onde estiveres estaras sempre com nosco pelo menos no pensamento....
os meus sincerros pesamos para a familia do Joao Pedro....

Daniel Gaspar, Coimbra, 19/03/2007

alcinia disse...

meu querido, hoje fazes 36 aninhos e já não estás aqui para eu te dar um beijo de parabéns.
cada vez me custa mais saber que já não estás connosco.
consola me pensar que estejas onde estiveres, te façam uma festa, pois de certeza que já conquistaste tudo e todos...
adoro te priminho,já não to posso dizer pessoalmente, mas sei que tu o sabes bem.
nunca te esquecerei, nunca...
a tua prima alcínia

alcínia fernandes disse...

faz hoje um mês que nos deixaste e ainda me parece mentira, João...
é impossivel, como aconteceu uma coisa destas?
priminho, dá nos forças a todos...
alcínia

Anónimo disse...

Existem coisas dificeis de explicar, situações que não se percebem e emoções que não se repetem.
A partida deste nosso companheiro é uma ferida que nos entristecerá para sempre, pois faltar-nos-á o seu bom humor, aquela piada que saía sempre de uma forma tão descontraída e os melhores momentos que principalmente a familia com ele viveu.

A tua família mais directa e as gentes da tua terra lembrar-se-ão de ti para sempre como um jovem pacato, alegre e companheiro daqueles que contigo conviveram.

Um eterno abraço

Mário Gomes Dias

Anónimo disse...

joao, nao imaginas a pena que tenho de nao te ter dito com todas as letras
que gosto muito de ti, de nao te ter dado um abraço bem apertado, de nao te ter dito que és um amigo espectacular, que nunca amuou comigo sem eu saber o porquê. Mas tu sabes disto tudo.É nestas situações que eu preciso de acreditar que ,mais cedo ou mais tarde, nos vamos voltar a encontrar.
até lá, eu sei que tas bem.
sinto muito a falta da tua amizade, do teu sorriso, das tuas brincadeiras
gosto muito de ti
até um dia, até sempre
Ana Antunes

Anónimo disse...

Chorei continuamente um único fio de lágrimas. Não fechei os olhos,
não torci a boca, não virei a cara. Deixei cair as lágrimas durante uns
cinco minutos. Doeu-me tanto. Nunca mais quero chorar assim na minha vida.
Chorei porque, pela primeira vez na vida, achei uma razão para chorar. (...)
É difícil merecer a vida, continuar aqui, armados em sei lá o quê, quando
morrem os que mereciam viver.

Anónimo disse...

um eterno abraço para o João Pedro!

joana disse...

tenho tantas saudades...

joana disse...

Que saudade... :'(

alcínia fernandes disse...

as saudades são cada vez maiores, a dor de te ter perdido também...porquê?...

alcínia fernandes disse...

já seis meses se passaram desde que partiste e ainda me parece mentira...a dor é tão grande...as saudades tantas...já ninguém me chama daquela maneira que só tu me chamavas...nunca te esqueço, nunca...

alcínia fernandes disse...

"Saudade"

Pérolas douradas,
gotas molhadas,
alegria que vai,
tristeza que vem.
Lágrimas que caem
o rosto de alguém.
Alguém que chora
lágrimas sem fim,
lágrimas de saudade
por alguém que se foi
partiu...
Uma lágrima chegou
do meu rosto caiu.
Chorei...
Lágrimas de dor
lágrimas de amor
lágrimas de saudade
lágrimas de paixão
por aquele alguém
que sem razão...
...partiu...


acabou se para sempre a nossa tradição...todos os anos estava marcado o nosso encontro para assar as chouriças na fogueira do natal em janeiro de cima...tu ias roubar as chouriças à tua mãe e eu ia roubar o pão à minha mãe...ai que bons tempos que não voltam nunca mais joão...tenho muitas saudades primo.
até sempre...
alcínia fernandes

alcínia fernandes disse...

dia 12 de março de 2007.8h30m da manhã.o meu tlm toca.do outro lado a pior noticia da minha vida: tu partiste para sempre...
seguiram se horas, dias que eu nunca pensei que iria viver, acredita!
dia 12 de março de 2008.um ano depois.a mesma dor.as saudades cada vez maiores.
estás sempre no meu coração e no meu pensamento primo.
até sempre...
alcínia fernandes